sábado, 12 de fevereiro de 2011

PRIMEIRA CLASSE

Queridos quase "1 milhão de amigos", bom dia!!!

     Ontem quis brincar com todos dizendo que havia uma greve em prol de mais comentários e seguidores. Continuo esperando......
     Hoje é um novo dia,  um lindo sábado e resolví compartilhar com vocês a experiência da minha primeira quimioterapia e a vitória de tê-la terminado bem.  Que sejam felizes neste dia e não se esqueçam: Divulguem o blog incentivando as pessoas a tornarem-se seguidores.

                                                           Um beijo,

                                                                            Matilde (Tuca)


Do futuro livro
 
PRIMEIRA CLASSE


      Havia terminado o pior período da minha vida. Tinha sido mais bombardeada que Hiroshima e Nagasaki.  Uma seqüência de ataques  que pensei que não iria resistir. A primeira bomba explodiu no início do  novo milênio de forma  fulminante, através da morte da minha mãe. Logo depois   a constatação de um câncer de mama que exigia cirurgia,  quimioterapia e radioterapia. Naquelas sessões que duraram por volta de 6 meses, tomava a cada 21 dias uma carga fortíssima de drogas. Lembro-me que durante a administração tinha que ficar chupando gelo para que não tivesse feridas na boca. Saía  dali  e durante dias não conseguia dormir a noite, com constantes vômitos e dores por todo o corpo e juntas, como se tivesse sido atropelada por um trem,  minha imunidade baixou tanto que achei que não iria resistir. Graças a Deus pelas pessoas que ele colocou ao meu lado neste período. Meu marido que sempre me acompanhou em todos aqueles momentos difíceis. Em solidariedade á minha perda de cabelos também raspou a sua cabeça. Minha sogra e sogro  literalmente mudaram-se para minha casa, sendo meus enfermeiros amorosos. Minha auxiliar do lar, a querida Rosângela que além de cuidar da casa e de mim também fazia campanhas e mais campanhas de oração em meu favor. Orações que fizeram toda a diferença! Amigos, igrejas,filhos, parentes. Chegavam notícias  de  vários estados e até países que estavam pedindo a Deus em meu favor! Bonecos massinha maos dadas orar oração Imagem de pessoas orando ajoelhadasComo  é bom saber que nas horas  difíceis  as pessoas mobilizam-se, doam-se, empenham-se. Tenho certeza absoluta que ainda estou aqui hoje, por causa deste preço pago de carinho e amor!
                 Nas  terríveis noites   que tive neste tempo, onde entre dores cruciantes, choro, náuseas e muita fraqueza era  também bombardeada  por pesadelos. Nos poucos e raros momentos em que  vencida pelo cansaço a minha mente tentava  descansar, sentia-me como se estivesse num barquinho sozinha no meio de uma grande  tempestade. Nesta batalha temos que lutar até contra os pensamentos. Temos,  sobretudo que confiar em Deus! Agarrar na mão do papai, tal qual criança que depende inteiramente do seu amor e cuidado. Não desistir nunca!
           Todo  processo na vida tem começo e fim. Quão maravilhoso foi suportar e chegar ao término daquele período! O exame atestava que as drogas funcionaram e que não havia mais células cancerígenas em atividade anormal no meu organismo. Festejamos muito! Fizemos muitas reuniões de agradecimento a Deus por aquele milagre!  A noite foi embora com seus pesadelos e dores, dando lugar a um novo dia ensolarado e feliz!
Que alegria era olhar para o espelho e a cada dia enumerar na cabeça novos folículos de cabelos crescendo e voltando a viver. Meu corpo antes  inchado pelas drogas recuperando-se e voltando ao normal! Que riqueza maravilhosa é a saúde! O não sentir dores. A liberdade de poder sair, viajar, passear, voar!
Na primeira  oportunidade depois da  minha melhora, quis  ir  para New York. Todos que me amam estavam aqui ao meu lado. O único que estava longe de mim neste tempo era o Kleyton, meu filho mais velho. Além das saudades, imagino a aflição que ele sentiu e viveu por causa da  doença, do tratamento e da distância. Queria abraçá-lo novamente dizendo-lhe que mamãe tinha vencido mais esta batalha!
O Marcos encarregou-se da  passagem . Achou uma promoção através da  “JAL”  - Japan Airlines.  Que dia feliz  poderia ter sido aquele! Sim, se uma surpresa muito desagradável não viesse tentar me intimidar e roubar o brilho daquele momento. Meu vôo de Vitória a São Paulo sairia ás 13:30hs. O Vôo São Paulo – New York sairia 23:30hs. No balcão de embarque fazendo o check-in do primeiro trecho, a atendente  quase me faz desmaiar com a seguinte declaração: 
               “- Minha Senhora infelizmente a senhora  não poderá embarcar “.
         Eu ainda olhei para o meu lado para ver se ela estava falando comigo, e ela continuou:
             “- Seu passaporte expirou a  validade”.

           Em casa, no corre corre e na euforia, verificamos apenas a validade do visto americano e nem lembramos do passaporte. Que infelicidade!  Meu marido perguntou a ela:
                “- Você sabe dizer quanto tempo a Polícia Federal leva para expedir um novo passaporte?” Ao que ela respondeu :
             “ -Nesta época estão expedindo entre cinco e oito dias.”
               Eu de feliz e radiante, fui a triste e desolada! Veio-me a mente todo aquele período difícil que vivi, e parecia que quando pensava estar saindo dele, as coisas começavam a dar errados novamente. Em certos momentos na vida, não podemos dar lugar aos pensamentos, sobretudo os pessimistas! Nunca devemos desistir! O  Marcos me disse:
                 “- Vamos rápido para o carro!”
                Eu não entendi nada. Que pressa seria esta de voltar para casa, já que tínhamos perdido o  meu vôo?
                Entramos no carro, ele sem perda de tempo começou a dirigir e a falar com Deus:
              “-Senhor tu bem sabes o período difícil que a minha esposa viveu. Sabe também que pedimos para que o Senhor abençoasse esta viagem. Se este impedimento vem da tua parte não podemos nem iremos murmurar, mas se o Senhor deseja fazer neste dia mais um milagre na nossa vida, para aumentar ainda mais a nossa alegria, nós iremos testar  isto até o último momento fazendo a nossa parte!
                 A Polícia Federal fica cerca de 20 minutos do aeroporto no Bairro de Paul em Vila Velha/ES. No trajeto ele parou num Studio de fotografia. Tirei as fotos para passaporte. Dirigimo-nos para a  Polícia.  Eu não estava entendendo bem o que o Marcos esperava e pretendia,    mas ele me orientou:
              “- Querida, numa hora destas é preciso ousar, você vai dizer ao funcionário:  - Eu quero falar com o Delegado! Preciso viajar ainda hoje e preciso que ele me libere o passaporte agora!”
           Mesmo sem acreditar que isto fosse possível eu não tinha nada a perder. Fiz exatamente como ele pediu.
           O funcionário olhou para mim com desdém, dizendo:
          “- Minha Senhora, o  prazo de entrega do passaporte é de cinco dias úteis. O Delegado está  muito atarefado, mas se a senhora quiser insistir para falar com ele assim mesmo, eu vou tentar!”
           “- Quero sim, por favor!” Foi a minha resposta.
           Pisquei para o meu marido que assentado orava e torcia para que tudo desse certo. Primeira etapa vencida. Estava diante do delegado.
          O funcionário me conduziu, me deixou, pediu licença e saiu.
              “-Pois não  minha Senhora em que posso ajudá-la?”
             “- Doutor é que preciso viajar hoje para New York e descobri somente no aeroporto que o meu passaporte está vencido”.
                 Ele me disse:
              “- O funcionário não lhe informou que estamos levando cinco dias úteis para entregar passaportes?”
                 Eu  então respondi com a calma e firmeza que conseguí naquele momento:
                 “- Sim Doutor, mas como tenho real necessidade e sei que sendo o chefe geral da Polícia, o Senhor  pode  ajudar-me!”
                A única coisa que ele me disse foi:
              “- Siga-me por  favor.”
               Seguimos de volta à  sala do primeiro funcionário que me atendera anteriormente, a quem o Delegado disse então:
         “- Por favor, faça o passaporte desta Senhora, e depois de pronto, leve para que eu assine e  entregue-o  a ela!”
             Quando ouvi aquilo quase  pulei de alegria! Como Deus é maravilhoso! Algo  que levaria pelo menos uma semana para ser feito, estava em minhas mão em menos de uma hora!
            Retornamos correndo para o aeroporto eram 17:00h. Iria sair um vôo pela companhia que eu deveria viajar às 17:30h. mas quando chegamos ao balcão a atendente  informou que infelizmente estava lotado! Você já teve a sensação de “nadar, nadar, nadar”e morrer na praia? Pois não morra ! Sempre tente mais!

Eu disse :
 “-Me coloque na lista de espera!” A fé que começou no meu marido já havia me deixado tão cheia através do sinal que eu recebi que iria para São Paulo nem que fosse batendo asas!
                   Ela me respondeu então:
                 “-Minha Senhora o limite para lista de espera também está lotado!
                 “Coloque-me atrás do último passageiro da lista, eu sei que tem um lugar reservado e guardado prá mim neste vôo!"
                  Foi tremendo! Inesquecível! A medida que  faltaram alguns passageiros para embarcar, ela começou a chamar a lista de espera, e eu e o Marcos ali orando e contando.  Vocês acreditam  que depois de  ir chamando todos da lista e ir embarcando-os, o último por algum motivo que Deus conhece (risos) , desistiu e aquela vaga ficou para quem? IUPIIIIIII !!! Para mim!!! Que dia especial foi aquele! Tudo o que poderia dar certo deu errado, mas Deus transforma o errado em certo quando não desistimos e confiamos nele, o milagre acontece!
                Vocês pensam que acabou? Não quero cansá-los, portanto depois deste longo sofrimento, vou procurar resumir prá vocês. Lembram no início que eu lhes falei da passagem da promoção? Pois bem. Classe econômica. Meu marido que conhece e ama aviões disse que eu viajaria num dos maiores aviões do mundo, num boing 747, aquele que tem  dois andares.
 O destino daquele vôo era São Paulo – Japão com escala em New York. Desci em Congonhas, enfrentei o trânsito de São Paulo até o aeroporto de Guarulhos, contando os minutos  e nem acreditei quando me vi em frente ao balcão da JAL a tempo de fazer o check-in. Estava tão feliz, eufórica e ao mesmo tempo cansada que arrisquei uma piadinha com o atendente, quando ele me perguntou se eu tinha preferência de lugar, disse:

- Por favor me coloque na primeira classe esse seria meu lugar preferido. Sem me dizer nada apenas sorrindo  entregou-me o bilhete.   Na hora da entrada, a comissária dirigindo-se a mim disse:
 - Em nome da JAL quero presentear-lhe, convidando-a a primeira classe da nossa aeronave.
              Conclusão: Fui prá New York abraçar meu filho de PRIMEIRA CLASSE no meio dos meus irmãos japoneses, feliz e agradecendo a Deus !!!


          

7 comentários:

Kelton disse...

Mamacita... Ja conhecia essa, mas nao lembrava dos detalhes. Foi demais!!! Te amo, estou te seguindo!!!

Beijos! Voce e demais

Kleyton & Lucibele disse...

Muito legal essa Dona Chuquita!!

Wilson disse...

Tuca. Eu tb me lembrava da história, ma não dos detalhes. Nesses momentos vemos a fidelidade de Deus, movendo em tudo, delegados, comp. aéreas, etc."Agrada-te do Senhor e Ele te concederá os desejos do teu coração.""Quando Deus manda até o diabo obedece." Ou seja, todas as tentativas para impedir aquela viagem foram vencidas, uma a uma. Isso representa essa sua luta, onde a cada dia vc vence cada batalha, consequentemente, vencerá a guerra.Deus é maior!!! Obs: Aquela oração na ida para a Polícia é a "cara"do Marcos mesmo. Deus a abençoe, tenha um ótimo domingo. Bjs da Penha (olha a hora que te escrevo. Intercessora da madruga!!!

Anônimo disse...

Sempre te falei que a sua vida daria um belo livro.....é uma história incrível. Bjs......Laiza

liene disse...

conheci a historia por cima mas rica em detalhes somente agora Eu era uma das pessoas que orava por vc mas não a conhecia .Agora a conheço e sei porque Deus te ama tanto.bjos

Cancer de Mama Mulher de Peito disse...

Neguinha comecei a ler essa "história testemunho", lindo.
De fé, em Deus.
Mas aqui comigo, ser grato e aceitar os seus designios, faz toda a diferença.
Sempre recebemos bem mais do que pedimos e merecemos.
E nosso Pai, e ele é todo amor para conosco.
Bjs.
Acho que irei viciar, adoro ler.
Um bom Final de semana para vc e família.
Wilma
www.cancerdemamamulherdepeito@blogspot.com

Eliana disse...

Quando que vai escrever esse livro???? Estamos todos anciosos .....Escreve logo.....Saudadessssss beijinhossss Eu to sem seu celular,me liga.....

Postar um comentário

SEUS COMENTÁRIOS SÃO MUITOS IMPORTANTES!!!

Postar um comentário

SEUS COMENTÁRIOS SÃO MUITOS IMPORTANTES!!!