quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Bomba

Boa noite aos meus queridos "Quase Um milhão de amigos"
 
BOMBA RELÓGIO      

  É um mecanismo  de "bomba" acoplada a um relógio,  que uma vez programada tem hora marcada para explodir.
     Normalmente as vemos em filmes, engenhosamente e ardilosamente  preparadas por pessoas malígnas, cujo objetivo é destruir o seu alvo e aterrorizar  todos quanto dela souberem, causando pânico e medo. Colocadas em lugares estratégicos e insuspeitos permanecem alí silenciosas  a mercê da vontade do seu autor.  É a arma mais utilizada pelos terroristas, não somente porque mata, fere e destrói, mas também por causa dos efeitos psicológicos que ela causa. Uma vez suspeita de existir, o fato de não se saber quando irá explodir, produz da mesma forma  medo constante e incerteza do amanhã.
           Vejo o câncer ou qualquer doença   mortal como uma  bomba relógio! É isto que elas são! E pior: Implantadas em nosso corpo tem o objetivo de nos tornar verdadeiros "homens e mulheres bomba"! Sim,  porque não querem simplesmente nos matar antes da hora, querem exercer sobre nós o  terror e também sobre aqueles que nos amam e que estão ao nosso redor. Relógio digital não faz barulho né? Pois o relógio da doença é produzido de forma tão maligna que nem silencioso é! Seu dispositivo que avisa que o tempo está se esgotando faz " tic tac, tic tac, tic tac",avisando que ele está alí e que a qualquer momento poderá nos destruir.
        Contaram-me uma vez sobre uma experiência que teria sido feita para se avaliar os efeitos psicológicos  e psicosomáticos causados sobre o corpo. Numa aparente sessão de tortura vendaram um homem e o amarraram deitado sobre uma mesa. Deixando seus braços estirados para baixo, simularam ter cortado seus pulsos, derramando também neles um liquido viscoso tal qual o sangue. O som que se ouvia no ambiente  era de líquido caindo num balde, o que  amarrado e de olhos vendados pensava o homem ser o seu próprio sangue. No início muito esforço e luta para escapar, mas a medida que a intensidade do "sangue" diminuia, as forças liberadas pela adrenalina deram lugar  ao torpor e por fim à morte! Um homem completamente saudável, morreu porque acreditou que estava morrendo! Não sei se esta estória é verídica, se de fato um dia isto aconteceu, mas creio ser perfeitamente aceitável os fatos narrados. 
        O mundo é maravilhoso não por causa dos terroristas, do seu ódio e de suas "bombas" prestes à explodir! O mundo é maravilhoso porque existem pessoas de bem,  que cansaram de ter medo!  Cansaram de aceitar o "tic tac" do mal! Decidiram estudar os mecanismos da "bomba", não para aperfeiçoa-la, mas para desarma-la! 
 
Desde a bomba atômica de uma perda irreparável, até aquelas pequeninas bombas feitas sob medida para roubar-nos a alegria e a paz,  todas elas podem e devem ser descobertas e habilmente desarmadas afim de que não produzam seus efeitos catastróficos sobre nós. É uma luta diária, mas podemos conseguir!
          É assim que penso, e é assim que procuro fazer:  Se tenho no meu corpo algo que tem o potencial matar-me, o primeiro fio a ser desligado do seu mecanismo de morte é o som do "tic tac" maldito. O som que me acalenta é o som da vida,  que mais forte em seu ribombar,  abafa e diminui o  outro barulho, que parou  de produzir em mim os seus efeitos mortais.         
      Se não consegui ainda desarmar a bomba, a qual venho
tentando  a mais de 10 anos, por outro lado, não sucumbí como o homem da estória. Se de olhos abertos estou, sei que o "sangue" que escoa é falso e não é o meu! Se de olhos vendados me colocam 
 (as vezes sinto-me assim), sei que não estou sozinha,
que não preciso ter medo, pois a vida que há em mim transcende a ameaça de morte!             
Nestes dias em que escrevo estou em Miami. Vim para o aniversário de um ano  da Evelyn, nossa netinha querida.
Trouxe do Brasil uma fantasia de abelhinha,

porque este foi o tema do seu aniversário.

  A linda abelhinha  do papai, da mamãe, e de toda família...
O  som que ouço?  "Biiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiizzzzzzzz"
..... é da doce abelhinha, lembrando que a vida deve ser celebrada, curtida, vivida em todas as suas cores e beleza!
Feliz aniversário Evelyn!
Feliz aniversário a todas as guerreiras de luta, que assim como eu continuam a acreditar na vida!



          Um beijo carinhoso com sabor de Mel,

aos meus "quase um milhão de amigos"!

                                                                 Matilde (Tuca)
                           
  

3 comentários:

Keilor disse...

Tremenda verdade que podemos confirmar por te conhecer!
Estamos extremamente, imensamente, incrivelmente felizes de ter vc aqui curtindo o aniversario da Evelyn! Celebrando a vida juntos!

Te amamos!!!

Keilor, Paty e Evelyn!!!

Izabel disse...

Olá! Também estou em tratamento. Começando agora.
Gostei de seu texto. O segredo é desarmar a bomba e acho que você vai conseguir.
dia desses conheci um blog de uma menina que luta há dez anos contra um câncer ósseo e ela me pareceu bem positiva assim como você. Acredito que o segredo está em não se entregar e viver assim como voc~e está fazendo.
O blog da moça é o http://chegadecaranguejar.blogspot.com/

Vamos desarmar a bomba.

Beijos!

Unknown disse...

2015, se eu me conhece, do jeito que sou impressionada, talvez morresse como o homem na cama, pensando que era o meu sangue.... rs, A mente e a mola mestra de tudo, e a mente quem decide o que vai fazer e como fazer..... Que Deus desarme a bomba e voce nem a sinta e voce continuara vivendo entre nos.... em nome de Jesus, nos te amamos Tuca!!! Mil beijos em seu coração!!! Forever!!!!

Postar um comentário

SEUS COMENTÁRIOS SÃO MUITOS IMPORTANTES!!!

Postar um comentário

SEUS COMENTÁRIOS SÃO MUITOS IMPORTANTES!!!