quinta-feira, 10 de março de 2011

ESTEPE

                                      ESTEPE 
                                 
         Quem se lembra do estepe? Aquele pneu que fica escondido no porta-malas, ou em alguns casos debaixo do carro. Às vezes passa  longos anos ali, sem nunca ser lembrado.  Esquecido, ignorado, abandonado...
         Outro dia dirigindo, de repente senti que algo não estava bem. Um barulho estranho, o volante puxando para a direita, fui obrigada a parar. Desci do carro e para a minha decepção  o pneu da frente no lado do passageiro estava completamente murcho.     
 Furado! Que dia para acontecer uma coisa destas: Estava atrasada, indo para um compromisso importante. O que fazer? Pelo menos num primeiro momento eu não sabia... Sabe aqueles brancos momentâneos que te dá onde você não se lembra de nada e nem sabe o que vai fazer?
Foi assim que me senti!     
       Certas horas na vida é muito bom ser mulher... Um carro parou atrás do meu. Um homem desce do carro  e me pergunta:
     - Você quer ajuda?
     - Sim claro obrigada! 
        A interrogação que motivou este texto veio em seguida:
     - Você tem um estepe?
        Nada respondi. Apenas lhe entreguei as chaves que abririam o porta-malas. Sim, pois nem mesmo eu sabia se havia um estepe ali. E se tivesse também furado? Meu marido também usa o carro, não poderia saber. Apenas torci para que estivesse tudo certo!
        Vocês já devem ter ouvido falar na lei de Murphy:
“Lei de Murphy é um adágio popular da cultura ocidental que afirma: "Se alguma coisa pode dar errado, com certeza dará" ou "Se há mais de uma maneira de se executar uma tarefa ou trabalho, e se uma dessas maneiras resultar em catástrofe ou em consequências indesejáveis, certamente essa será a maneira escolhida por alguém para executá-la". Ela é comumente citada (ou abreviada) por "Se algo pode dar errado, dará" ou ainda "Se algo pode dar errado, dará errado da pior maneira, no pior momento e de modo a causar o maior estrago possível".  (Fonte Wikipédia / Google)
        Depois  de toda esta explicação você já deve imaginar  se o estepe estava no porta-malas né (risos)?  
      Acontece que nascí otimista. Sempre espero que o melhor aconteça. Claro que nem sempre sou bem sucedida, mas já esperar pelo pior: Faça-me o favor! Este tal de Murphy era  alguém muito pessimista!
      O porta malas se abre. Meu coração bate forte. Num primeiro momento não vejo nada além de papeis, caixas e alguns brinquedos do meu filho. Porém o gentil homem que me presta socorro se mostra experiente nestas coisas: sem hesitar levanta o tapete. Por baixo escondido, lá está ele! Novinho, sem uso. Ainda com aqueles “pelinhos”de borracha demonstrando que estava zerinho! Que alegria um simples estepe pode te dar nos momentos de necessidade. O bom homem o pegou e o colocou no lugar do pneu furado. Tudo resolvido! Depois do agradecimento, estava novamente na estrada!
        Aquele fato me fez refletir sobre aqueles que andam conosco. Que na jornada de todos os dias nos acompanham. Dependem de nós, e nós  deles. Assim como o atrito do asfalto causa desgaste natural dos pneus, as vezes as relações se desgastam e nem notamos. O pneu começa a perder borracha. Começa a afinar. Fica sensível, careca. Um grande prego nem sempre fura um pneu novo, porém um pneu  muito rodado pode furar com uma simples pedrinha...
       Não são assim os relacionamentos muitas vezes? Pessoas de valor que  estão ao nosso lado. Com chuva,
 com sol, no asfalto, na terra,  no barro, no terreno íngreme e perigoso. Estão conosco! Os usamos e nos deixamos usar... Quando num belo dia (que nem sempre é tão belo assim), simplesmente revelam seu estado: Estão cansados. Desgastados! Simplesmente “furam” quando mais precisamos deles! Como podem fazer isto? Eles não têm este direito!!!
         Assim como o mundo gira, dá voltas... Assim como o pneu gira dá voltas...Os relacionamentos  da mesma forma em suas “voltas” podem se desgastar! Se quisermos ser felizes temos que ser sensíveis a estes sinais.  Saber que  temos que reconhecer o valor e a fragilidade daqueles que estão ao nosso lado. Não podemos prever a que horas “furarão” conosco, mas temos que compreender que se furarem a culpa não será somente deles. A estrada contém pedras, pregos, espinhos, buracos.   A estrada corrói, fere, torna sensível...
     Podemos jogar no lixo um pneu velho e careca, mas se quisermos ser felizes verdadeiramente, não podemos fazer o mesmo com aqueles que estão ao nosso lado! Nos amaram, caminharam conosco, juntos  fomos   desgastados pela vida ! Juntos devemos permanecer.
Ainda que de quando em quando  precisemos de renovação... Nova borracha para continuar...
       A grata surpresa de saber viver e de ser feliz, é entender que os pneus tem o direito de as vezes furar e que sempre haverá um estepe para nos ajudar na hora da necessidade. Alguém que nem esperávamos contar. Alguém que as vezes não faz parte do cenário da nossa vida, mas que atua apenas nos bastidores, aparecerá para nos socorrer. Se deixará usar por nós simplesmente para nos salvar daquele momento. Ficará conosco enquanto dele precisarmos. Talvez  volte depois para o seu lugar escondido. Sendo esquecido mas não menos importante!

        Obrigado Deus pelos “pneus” que me acompanharam até hoje! Dá-me Senhor a sensibilidade de respeitá-los por tudo de bom que me fizeram e pelas estradas difíceis em  que juntos viajamos.  Dá-nos a condição de  renovar-nos se a vida tem nos  desgastado.
        Obrigado Senhor pelo abençoado “estepe” que da mesma forma me salvou nos momentos do meu “pneu furado”. Mesmo esquecido, escondido, foi fundamental para que eu continuasse a minha jornada!

             





 Bom dia aos meus quase  “1 milhão de amigos”, desejando que haja renovação nos  “pneus” de todos, assim como reconhecimento da existência dos “estepes” e do seu valor na hora da necessidade!

                                    Com amor,
                                                    Matilde  (Tuca)
    

10 comentários:

Kleyton & Lucibele disse...

Ei baby...bem legal seu texto de hoje, principalmente por termos passado na terceira ponte sendo levados por um guincho nessa segunda...e agora sem estepe...faz valorizar e agradecer por aquele que sempre fica escondidinho no carro, mas na hora da necessidade esta ali pra da uma maozinha néh...super bjo e que Deus te abençõe nesse dia...love you!!!

Pati Costa disse...

Adorei este texto! Fico pensando também nessas pessoas que nos deixam na mão e cortam nossos sonhos sem ao menos dar uma explicação. Simplesmente dizem que não nos encaixamos mais na vida "certinha" dela. Passei isso com duas "amigas" e até hoje dói. A sorte é que sempre faço novas amizades que me dão alegria.
Esse seu texto foi inspirador...
Um super beijo e fiquei feliz em te ver de volta!!

Keila Rocha disse...

Amiga!!! Passei aqui hoje só para te dar um beijinhooooooo.... Tenha um bom dia!!!

Ana Carla disse...

Obrigada pela mensagem, é sempre bom renovar, em todos os aspectos né mamãezinha!
Muito legal o texto e as fotos, é a Evelyn é muito lindinha!!!
Beijos, te amo, Ana Carla.

Wilson disse...

Tuca, que bom q vc saiu da toca, digo caverna, pois estou já "viciando" nesse blog, q ao contrário de outros vícios faz bem à nosso saúde mental. Com relação ao texto de hj, como é interessante essa comparação de um relacionamento X pneu sobressalente(vulgo estepe). Na realidade além do estepe vc tem que ter a chave de rodas e o macaco para levantar o carro para vc, ou seja, para resolver certos problemas precisamos de um kit completo(neste caso três peças). Qualquer um que faltar impede a solução. Então posso fazer a analogia de que em nossa vida existe um kit que nos ajuda a resolver tudo: Pai, Filho e Espírito Santo.
OBS: Para o pneu gasto existe a solução de mandar recauchutá-lo . Se o fizer no momento certo, é possível reconstruí-lo várias vezes.
Grande abraço do Wilson

Patricia disse...

A Fotinha da Evelyn esta demonstrando o quanto todos nos oramos por vc!

With Love Paty :)

(Guerreira que luta com energia). disse...

Querido Wilson e Penha:

Como vocês já figuram entre os maiores leitorres do blog rsrs vamos lá a resposta:

1) Como a maioria dos textos são trechos do livro, não podemos contar todos os detalhes né? rsrsrs

2) Desse jeito vcs ficam antecipando o livro. Por exemplo acabaram de de completar um capítulo rsrsrss

Abraços prá vcs. Amamos voces!!!

Anônimo disse...

Depois de ler este texto vou vou dar uma avaliada nos estepes que fazem parte da minha vida.....rsrsrsrs......Adorei o texto.

Bjs........Laiza

Cilene e Jonas disse...

A vida sempre nos trás surpresas,alegrias incontáveis.Seu texto desce suave no meu sentimento. Me sinto renovada e otimista para enfrentar a rotina do cotidiano.Felicidades querida!
Dulci.Bj...

Patricia disse...

Feliz aniversario Tchuuuu!!! Estamos esperamos vc aqui para celebramos juntinhos no States :) E ....CADE VC???? Sumiu!!kkkk Bjos Paty

Postar um comentário

SEUS COMENTÁRIOS SÃO MUITOS IMPORTANTES!!!

Postar um comentário

SEUS COMENTÁRIOS SÃO MUITOS IMPORTANTES!!!