sexta-feira, 11 de março de 2011

CONFISSÃO

Bom dia aos meus quase "1 milhão de amigos"!!!

Hoje quero com o mundo compartilhar
Algo que arde em meu coração
De doença não quero falar.......
Confio nos meus amigos a ponto de confessar
Quer se agradem ou não,
Eis  a verdade:

CONFISSÃO
 
    Chega um momento na vida
    Que temos que nos  abrir....Confessar...
    Confesso que não foste o meu primeiro....
    Que não foste o meu único....
    Que provavelmente não será o meu último!
    Tu que sempre foste para mim tão bom
    Companheiro de tantas noites
    De tantos sonhos!
    Tu que suportastes calado minhas agressões
    Eu que nunca agredi nesta vida uma mosca
    Contigo fui cruel, confesso....
    Procurando deixar-te do meu jeito...
    Ah, como fui egoísta contigo...
    Até bater te bati....
    Nunca contaste a ninguém....
    Se ferido foi.... ferido ficou...
    Nunca ninguém por ti soube!
    Se não contas, tenho que contar...
    Estive com outros...
    Às vezes na tua presença!
    Suportastes os meus desatinos...
    Recebestes as minhas lágrimas
    Testemunhastes a minha dor...
    Se existe alguém contra quem fui ingrata e infiel
    Este alguém foi você, confesso...
    Os anos se passam...
    A vida se passa ligeira...
    Sinto que estás velho, cansado...
    Lembro-me da  primeira vez que te vi...
    Pensei comigo:
   Como é bonito, grande...Fofo!
    Quero prá mim!
    Tu que foste meu amigo
    Meu companheiro fiel!
    Que estiveste comigo nos piores pesadelos!
    Tu que me conheces tanto
    Que absorveste até o meu cheiro!
    Confesso neste dia que estou cansada de ti!
    Tu que foste prá mim o melhor
    Hoje não te suporto!
    Até o seu cheiro me faz mal...
    E olha que reconheço:
    Este é o meu cheiro!
    Vou mandar-te embora, confesso...
    Vou jogar-te fora...
    Estás velho... Feio!
    Certamente ninguém mais te irá querer.
    Já estou namorando outro...
   
     Lembrei-me de você...
    Parecido. A tua cara!
    Confesso que foste o melhor...
    Mas que não és mais...
    Não compartilharás mais a minha vida...
    Não receberás mais os meus abraços...
    Não ficarás nem mesmo nas minhas lembranças...
    Infelizmente! Confesso...
    Tu que te contentastes com aquilo que te dei:
    Abraços....socos...pesadelos!
    Partes da minha vida hoje...
    Leva contigo a minha gratidão...
    A minha confissão diante do mundo inteiro:
    Foste muito importante prá mim...
    Meu querido travesseiro!
   
COM CARINHO E AMOR
COMPARTILHO COM VOCÊS
PARA QUEBRAR O GÊLO
E TRAZER UM POUCO DE CALOR                                                                             


                                                                                    Beijos!
                                                                        Matilde  (Tuca)

PS. Esclareço que a confissão é minha assim como a inspiração e texto.
                                                                                                                  


                             


6 comentários:

Kleyton & Lucibele disse...

Funny girl...fiquei com um frio na barriga ate ler o final hahahahah!!!!love you!!! Lu & Cia!!!

Anônimo disse...

kkkkkkkkkkkkk.......Fiquei chocada com essa confissão, ainda bem que sobrevivi para ler até o final do texto. Muito bom, Adorei!
Bjs......Laiza

Cristina Franco disse...

Me deu um frio na barriga, respirou ficou pressa mas consegui chegar até o fim e a vida voltou ao normal.
ameiiii... você é surpreendente.
beijos

Pati Costa disse...

Vc me assustouuuuuuuuu kkkkkkkkk!!!

beijão!!

Ana disse...

Olá Tuquinha!!
Gostei muito da sua confissão...não fosse o facto de hoje me sentir tão triste...que nada me levantaria o astral.
Passei para deixar um beijinho e desejar um óptimo fim de semana para vc

wilson e penha disse...

Muito legal Tuquinha. Mas como exercício podemos substituir o travesseiro pelo conjuge?
Bjs

Postar um comentário

SEUS COMENTÁRIOS SÃO MUITOS IMPORTANTES!!!

Postar um comentário

SEUS COMENTÁRIOS SÃO MUITOS IMPORTANTES!!!